Feeds RSS
Feeds RSS

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Vamos arrumar o quarto?

Passei 3 dias em uma intensa faxina interior...
Limpei cada um dos sentimentos para poder entender direito
O que se passa dentro de mim

Observei bem meus desejos e tudo que me faz feliz
Poli com cera resplandecente o meu amor por todas as pessoas
Passei no triturador as mágoas, as tristezas,
Fiz uma fogueira e queimei alguns sentimentos ruins

Com tudo que ficou hoje foi o dia de arrumar o quarto!
Alguns sentimentos estavam escondidos, tratei de colocá-los no ponto central da estante para não esquecer...
Ao lado deles um lindo arranjo de gérberas roxinhas

Os desejos que restaram, cataloguei todos e coloquei nas gavetas.
Nas de cima os mais importantes..bem fáceis a mão.
Cada gaveta com um puxador de estrela, para lembrar-me que eu consigo alcançá-las!

O sentimento mais concentrado de todos, guardei naquele baú antigo, imenso, que tem até cadeado.  É um sentimento tão grande e tão forte e não cabia na gaveta...corria o risco de se esparramar pelas frestas...

Antes de guardar, embrulhei no mais lindo papel de seda que achei e derramei o perfume de uma rosa de um planeta distante (responsável por lembrar que no meio de tantas rosas, ela é única e sempre será..assim como este amor).

Guardei as palavras da vida de um pequeno príncipe junto ao embrulho... Não tinha lugar melhor para guardar quando falamos de que o essencial é invisível aos olhos e que seremos sempre responsáveis por aqueles que cativamos.
A chave eu guardei na estante dentro de uma caixa em formato de coração...

No quesito amor de mãe, tatuei na pele para não esquecer, um ensinamento que ouvi de uma amiga... "quando uma criança está em apuros, feche a boca e abra os braços."  e também coloquei balões coloridos, músicas infantis, pó de fada, asas de borboletas, tapetes mágicos e muito riso...para brindá-la com uma vida de fábulas reais.

Peguei a esperança e dei a ela um laço de fita de cor lilás...fiz uma chuva de lírios e  flores do campo e soprei bolhinhas de sabão ao seu redor.

E no final do dia, sem perceber, havia uma festa completa dentro de mim...



Flower Shower
Foto de autoria de Yo$himi
http://www.flickr.com/photos/ysgellery/2342642449/ 


22 comentários:

Suzana Martins disse...

Minha amiga, que lindo!!

Quanta sensibilidade em suas palavras, minha querida!!

Estou precisando fazer isso, precisando fazer uma faxina em meu eu, nos meus sentimentos. Preciso arrumar a bagunça que está aqui em mim.

preciso de flores, de gérberas vermelhas, de lírios... Preciso de flores do campo, de um jardim de amores e sonhos!

Vamos soprar bolinhas de sabão em nossos jardins e fazer com que a esperança possa renascer!!!

Lindo e maravilhoso texto, minha linda!

Eu simplesmente AMEI e me vi em suas palavras!!!!

Muitos beijos!!^^

Patricia Daltro disse...

Que post lindo e delicado! Acredito que foi um dos seus textos mais bonitos. Parabéns e que a festa seja tão intensa e bela quanto as suas palavras!

Fernanda Reali disse...

Quemdiria que a menina divertida e descolada que conheci seria capaz de palavras tão emotivas. Adorei!
Fico orgulhosa de ser tua amiga quando leio isso...
Beijooo

A FADA DAS AGULHAS disse...

Lindo...adorei!
Beijosss
Simone

Anônimo disse...

Vivi, querida amiga, grande irmã, pessoa linda!
Você sabe que eu te admiro muito, né? Não preciso falar. Lendo isso me emocionei. Que texto lindo!
Olha, também preciso fazer uma faxina interior. Esse texto veio em boa hora. Sabe quando você ler algo e fica horas e horas refletindo sobre o assunto? Pois é! Fiquei assim.
Vivi, pela grande amiga, irmã, mãee poeta que você é, s[o me resta agradecer à Deus por te conhecer. Obrigado por fazer parte da minha vida!
Um beijo no seu coração. Paz, saúde e morangos!
Seu admirador: LB

Jurubeba disse...

Cheguei aqui pela indicação da Fernanda Reali.
Lindo texto, acho que todos nós merecemos fazer uma faxina dessas, reorganizar tudo que for preciso.
Perfeito para esse fim de ano!

Beijos

sanbahia disse...

Lindo, emocionante seu post.Sua sensibilidade emociona.
Vim passear em seu blog e não resisti, fiquei
Parabéns .
Grande abraço

João Moraes disse...

Oiii Vivi!!

legal demais!! gostei mt do texto!!

bjao pra ti e apareça mais no twitter! no msn! no skype! hehe! tanto faz, mas apareça!

Anônimo disse...

Nossa Vivi que texto lindo...

arrumar o armário, as gavetas, organizar a alma e nunca esquecer da criança ainda faceira em nossos corações....

Beijos poetiza das cirandas da vida...

isabel

Norminha disse...

Lindo Vivi, e olha tem tanta gente precisando fazer uma faxina assim inclusive eu rsrsrsrs
Beijos

fê disse...

Amiga,
LINDO!Demais!
Como sempre, você dividindo com a gente essa sensibilidade incrível que Você tem!
Obrigada!

TUKA disse...

Que lindo filhota. To prescisando fazer uma faxina.
Parabéns pelo post.
Momys.

Rose disse...

Nossa Vivi, que coisa linda!Que sensibilidade, carinho e perfeição! Parabéns!

Dani_V_ disse...

Aiiiii, amei a parte dos sonhos nas gavetas e puxadores de estrela!!!! Vou organizar assim os meus tb!!!!
Lindo texto, Vivi!
bjsss

Sanbahia disse...

Viviiii, seja bem-vinda á terrinha das lindas montanhas. Sou do interior da Bahia( Senhor do Bonfim-terra do forró), moro a 17 anos nas Gerais e me considero baianeira.
Volte para me visitar,vou adorar.
Grata pelo comentário.
Um cheiro, vixe, oxente, affe!

Marcelo_Cal disse...

Muito lindo o texto !!!

Vou arrumar meu quarto assim Vi

Beijos

pimbriani disse...

Adorei seu texto tocante e suave ao mesmo tempo, sensacional e parabéns.

Bonter disse...

Não é fácil fazer essa faxinas, mas agora que está pronta espero que possa aproveitar bem a paz de espírito e que as sujeiras fiquem bem longe do seu cantinho.
Abraços!
Quem sabe não fico com inveja e faço uma faxina tbm :D

Tays Rocha disse...

Vivi, amei esse texto, profundo e delicado. Também gosto de fazer essa faxina de tempos em tempos. Beijocas.

Rafael disse...

No filme "O carteiro e o poeta", o poeta Neruda dava ao rude carteiro a chave para a poesia. Era bem simples: metáforas. O carteiro repetia pra si a mágica que descobrira. E, através do amor, escreveu belas palavras.

Parabéns, Vivi, pelas gavetas, estantes, baús, flores e tudo o mais que guarda tão carinhosamente. Sobretudo, um brinde ao seu novo quarto, precioso e tão cheio de caras histórias.

Ah, e que foto escolheu pra fechar o texto, hein? Muito bem sacada... Remete a sonhos e, realmente, uma festa completa dentro de você!

Beijos!
Rafa

Irene disse...

Que texto mais lindo, Vivi! AMEI!

Anônimo disse...

Desde que faco parte do seu blog, leio esse texto quase todos os dias para nao esquecer de arrumar o meu quarto interior e, principalmente que sou a pessoa mais abencoada desse mundo por ter uma amiga como voce! Te amo de outras vidas! Beijos doces no seu coracao!

Sheu

Postar um comentário